Silvicultura: como a tecnologia ajuda a manter a competitividade

A silvicultura — a ciência que estuda as maneiras de melhorar o aproveitamento e a exploração racional das florestas, para atender às exigências do mercado — tem grande peso no cenário econômico brasileiro e apresenta boas perspectivas de crescimento para os próximos semestres.

No entanto, para ter uma boa atividade silvicultural com resultados econômicos satisfatórios, uma boa gestão florestal é primordial. Assim, utilizar a tecnologia pode ser o segredo para conquistar esse objetivo e manter a competitividade.

Veja a importância desse processo e como executá-lo de maneira fácil com o auxílio do e-Kersys.

A importância da competitividade na silvicultura

A silvicultura e a cadeia produtiva associada a ela possuem boas perspectivas de crescimento nos próximos semestres, principalmente em sua contribuição com a demanda do mercado internacional.

O setor florestal e os silvicultores precisam cumprir exigências internacionais para garantirem a qualidade dos produtos oferecidos e também para conseguirem uma alta competitividade no mercado nacional e internacional e, assim, se manterem ativos.

Para conseguir tudo isso de maneira eficiente, um planejamento estratégico e a busca constante pela redução dos custos são fundamentais. Mas conquistar esses dois pontos só é possível quando se conhece profundamente a empresa, todos os processos realizados e os resultados positivos e negativos de cada um deles.

O uso da tecnologia para conquistar esse patamar

Dessa forma, adotar medidas para uma melhor administração, tendo como base um sistema de mensuração de desempenho que reflita o funcionamento da organização é essencial.

Nessa hora, deixar de lado os velhos métodos — como as anotações em planilhas de controle e substituí-las por um software de gestão florestal faz toda a diferença

Um controle correto e mais efetivo cria parâmetros de operação e produção que, quando associados entre si e submetidos à análise, geram indicadores que permitem simplificar, clarificar e agregar informações que se tornam úteis para os tomadores de decisão. Esses indicadores revelam significados mais amplos sobre as atividades analisadas, bem como justificam o comportamento de variáveis financeiras.

Principais vantagens do uso de softwares adequados

Esse acompanhamento de resultados por meio da análise de indicadores de desempenho também permite:

  • identificação de desvios e variações inesperadas no decorrer das operações;
  • reconhecimento de suas causas;
  • percepção da existência de defasagens no processo produtivo;
  • apontamento dos gargalos do negócio.

Sobretudo, a gestão com base em indicadores torna as ações controladas e seguras, previne retrocessos econômicos e produtivos, além de funcionar como um direcionador de ações e estratégias de longo prazo.

Outra grande vantagem é que a identificação dos pontos de melhoria que cada processo pede é o primeiro passo para que o gestor tome providências corretas em busca de soluções para esse problema, aprimorando sua estratégia de planejamento.

Os indicadores “devem ser vistos como um meio para se atingir o desenvolvimento sustentável e não como um fim em si mesmo. Valem mais pelo que apontam do que pelo seu valor absoluto e são mais úteis quando analisados em seu conjunto do que no exame individual de cada indicador” (IBGE, 2012)

Como o e-Kersys pode ajudar

O e-Kersys é um plataforma criada especialmente para ajudar na gestão florestal da sua empresa.

Com ele, é possível ter o controle de todos os processos em um único ambiente, registrando dados e emitindo relatórios que ajudam a analisar todos os pontos necessários para tomadas de decisões mais precisas e rápidas.

O e-Kersys vem sendo cada vez mais utilizado na silvicultura, trazendo os melhores resultados para as empresas e contribuindo para a competitividade.

Acesse https://kersys.com.br/solucoes/e-kersys/ e descubra mais sobre essa solução!

2 Comentários

  1. Nelson Barboza Leite disse:

    Primeiramente, parabéns pelo esforço constante na procura de soluções que tragam benefícios à silvicultura. Somos testemunhas disso! A nossa preocupação está na integração da experiência e competência profissional com o sistema!!! Temos visto no campo diversos controles sendo implantados após erros primários dos silvicultores. O Controle vai mostrar, mas não consegue,em muitos, casos corrigir o problema. Aqui cabe uma boa discussão! Precisamos cavar uma conversa para discutirmos isso! Conhecemos seus produtos e sabemos da utilidade e simplicidade para ser usado!!! mas essa integração precisa ser trabalhada,até para valorizar a maior profissionalização operacional das atividades de campo. Por favor, entenda tudo isso como uma consideração construtiva e para ser discutida. Forte abraço e reiteramos nossos cumprimentos!

    • administrador disse:

      Obrigado pelos cumprimentos e pelas ótimas colocações, Sr. Nelson.
      Sempre procurando novas alternativas para minimizar a distancia dessa integração, que é extremamente importante.

      Estamos a disposição para conversarmos e aprofundar na discussão desse assunto.

      Abraços

DEIXE SEU COMENTÁRIO!